Justin abriu os shows da Fearless Tour da cantora country Taylor Swift no Reino Unido Justin foi convidado para participar como um dos vocalistas na regravação de "We Are The World" em benefício das vítimas do terremoto no Haiti, denominada "We Are the World 25 for Haiti", onde canta a primeira linha - originalmente de Lionel Richie.

Também houve uma colaboração de Sean Kingston no single "Eenie Meenie", que também apareceu no My World 2.0.

"One Time" alcançou a décima segunda posição na Canadian Hot 100 durante sua primeira semana, em julho de 2009, Os três singles seguintes foram "One Less Lonely Girl", "Love Me" e "Favorite Girl", os dois últimos foram lançados exclusivamente no i Tunes, e ficaram posicionados no top 15 do Canadá e no top 40 dos Estados Unidos.

Aos dois anos de idade, Pattie começou a notar que o filho gostava de bater em potes, panelas, mesas, cadeiras e até no sofá da sala.

Justin começou na igreja o aprendizado formal de bateria, onde ele podia usar o instrumento livremente.

Bieber também fez uma participação em um episódio de True Jackson, VP em 2009.

Bieber fez uma performance para o presidente dos Estados Unidos Barack Obama, e a primeira dama, Michelle Obama, na Casa Branca para o Christmas in Washington, um especial musical televisionado que beneficiou o National Children's Medical Center e foi exibido em 20 de dezembro de 2009 no canal TNT.

Bieber foi um convidado especial em um episódio da temporada da série de televisão americana que foi ao ar em 23 de setembro de 2010, CSI: Crime Scene Investigation, onde interpretou Jason Mc Cann, um adolescente problemático que se depara com uma difícil decisão a respeito de seu único irmão.

Justin também participou de mais um episódio, que foi ao ar em 17 de fevereiro de 2011, em que seu personagem foi morto.

Seus familiares aprovaram-nas e começaram a passar os links para os amigos, que também encaminharam para outros amigos.

Com o passar do tempo, Pattie ficou preocupada após perceber que pessoas desconhecidas estavam vendo o seu filho, mas Justin conseguiu convencê-la de que o You Tube era inofensivo e decidiram postar mais vídeos de Bieber cantando músicas de cantores como Ne-Yo, Justin Timberlake, Chris Brown, Stevie Wonder, Michael Jackson e da banda Boyz II Men.

Ela preferia que Justin mantivesse o seu talento na igreja.